Benchmarking FESFBA 2017

22256866_10203379558725995_6052034616492106462_oPioneiro quando o assunto é valorizar a importância das boas práticas realizadas por entidades filantrópicas em saúde, o Prêmio Benchmarking FESFBA 2017 entra em seu segundo ano com sucesso de público e crítica. Com novas categorias adicionadas ao prêmio e ampliação do número de participantes inscritos, o evento reuniu profissionais, estudantes, patrocinadores e parceiros para conhecer e avaliar os dezessete cases – de um total de 25 inscritos selecionados pela Academia Saúde FESFBA – apresentados durante todo o dia no auditório do Fiesta Bahia Hotel, no bairro do Itaigara.

 

 

22424221_10203379557325960_2035374912120160061_oSeis categorias concorreram: socioambiental, gestão de custos, qualificação, humanização, captação de recursos e pesquisa assistencial. Compondo a comissão  julgadora especializada, marcou presença o diretor geral da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB), José Luiz Spigolon, e também o diretor executivo da empresa Saúde no Ar, Ezequiel Oliveira, entre outros convidados. Ezequiel ressaltou a importância em fortalecer a comunicação segumentada, alertando que “quando uma pessoa está em um hospital, por exemplo, assistindo televisão, ela vê todos os assuntos, mas na verdade ela gostaria de obter mais informações sobre a doença que lhe acomete, descobrindo maneiras de resgatar a saúde”.

 

 

22291498_10203379929255258_40428212797346190_oPara Maurício Dias, presidente da Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado da Bahia (FESFBA), na edição de 2018 já se pensa inclusive em aumentar o contingente de dias do evento e inserir ainda mais categorias, visto o grande impacto que as duas edições causaram ao público e também a visão positiva despertada em outras regiões do país, que já cogitam criar uma premiação semelhante.

 

 

 

22339479_10203379554205882_4011810007383712555_o“Várias pessoas vieram até mim para sugerir outras categorias, até de cunho religioso, como inserir instituições ligadas ao espiritismo e também de matriz africana, dentre outras, que fazem trabalhos filantrópicos aliando boas práticas. O compartilhamento de experiências bem sucedidas é muito importante para o fortalecimento da gestão. O Benchmarking já se consolida como evento permanente no calendário da FESFBA”, declarou Maurício Dias.

 

Texto: Jornalista Ana Paula Nobre (DRT-BA 3638)

Fonte: Benchmarking FESFBA

Fotos: Ana Paula Nobre

Redação Saúde no Ar

Compartilhe