Boas experiências na gestão da saúde baiana

O estigma: no vasto universo dos serviços de saúde baiano há muita coisa boa acontecendo, embora na mídia só prevaleçam os fatos negativos. Como virar o jogo?

Aí está o desafio que Maurício Dias, presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos da Bahia (Fesfba), topou. Ontem ele realizou a segunda edição do Benchmarking Fesfba 2017, premiando seis trabalhos a partir de 25 inscritos.

Benchmarking é referência e Maurício diz que o foco é estimular boas práticas.

– O compartilhamento de experiências bem-sucedidas é extremamente salutar.

Premiados — Os seis vencedores são: humanização, Santa Casa de Itabuna; pesquisa assistencial, Fundação José Silveira, com a experiência das pesquisas do Ibit em tuberculose; qualificação, Obras Sociais Irmã Dulce (Osid); gestão de custos, Hospital São Francisco, de Campo Formoso; socioambiental, Hospital São Rafael; e captação de recursos, Martagão Gesteira.

Desconfiança

Com 40 anos de promessas nunca cumpridas, a duplicação dos 18 quilômetros da BR-415 que ligam Ilhéus a Itabuna, cuja ordem de serviço foi assinada ontem, é vista com desconfiança por jornalistas ilheenses e grapiúnas, que ontem abordaram o governador Rui Costa sobre o fato:

– Mas agora sai. Sai porque o governador se chama Rui Costa.

Valec — As desconfianças são adubadas por outros fatos. A Valec, a estatal das ferrovias, anunciou o fechamento do seu escritório em Ilhéus dizendo que vai preferir concentrar esforços a partir de Jequié.

A questão é que entre Barra do Choça e Ilhéus a Fiol já tem 30% prontos.

Novidades no metrô

Duas notícias sobre o metrô de Salvador, uma ruim e uma boa.

A ruim: a gratuidade para idosos, que era de 60 anos, vai passar para 65. Eduardo Coppello, presidente da Cia. de Transportes da Bahia (CTB), diz que a lei, aplicada em todos os segmentos, é de 65 anos e, com a integração, o ajuste teve de ser feito.

A boa: Rui Costa vai hoje (8h) à estação do Detran entregar a primeira passarela com escada rolante, modelo que será adotado em todas as demais. Fala Eduardo:

– É caso único no Brasil.

Movimento — E pouco a pouco o metrô vai se incorporando à vida da cidade. O movimento, que nas duas primeiras semanas após a integração era de 136 mil pessoas por dia, já avançou bastante. Está em 220 mil, em curva ascendente.

A meta é chegar a 500 mil.

Ponto vazio

José Pires, advogado e secretário de Desenvolvimento Urbano de Lauro de Freitas, diz que no conflito de terras com Salvador a legislação em vigor que define os limites territoriais deu uma boa contribuição para estabelecer a confusão:

– Em algumas situações estabelece os marcos citando: ‘Partindo de um ponto ideal…’. Ora, isso não diz nada. Mas deve prevalecer a situação social já consolidada.

Pérola de Guaratinga

O deputado Uldurico Pinto (PTN) viralizou na internet um discurso que ele fez na Câmara citando o caso do Hospital Joana Moura, de Guaratinga, por ele chamado de ‘pérola’.

O hospital ficou fechado de janeiro a julho para reforma, mas, nesse período, fez cirurgias como se funcionando estivesse.

– Mas a pérola não é essa. É que entre as pessoas que fizeram cirurgias há três mortos. Fazer cirurgia em morto, convenhamos…

O Ministério Público Federal está no caso. A prefeita Christine Pinto (PSD) está na mira.

POUCAS & BOAS

* No bojo da Semana da Criança o quilombo Pitanga de Palmares, em Simões Filho, foi o escolhido para receber o projeto de intercâmbio entre crianças de escolas urbanas e quilombolas por meio da Bahiater/SDR. Entre as atividades, o plantio de uma cápsula do tempo, com desenhos e pedidos de 50 crianças que só será aberta em 2025, ano meta do Brasil, no contexto do Acordo de Paris, para redução do efeito estufa.

* O filósofo Pierre Dardot e o sociólogo Chistian Laval, franceses, estarão em Salvador de sexta até o dia 19 para uma série de conferências e também lançar o livro Comum, Ensaio sobre a Revolução no Século XXI, de autoria da dupla.

* Os dois franceses já passaram por São Paulo e Rio e na capital baiana terão o Grupo de Pesquisa Crise da Modernidade e a Revista de Olho na História como anfitriões. A agenda baiana começa sexta (16h) no PAF da Ufba, em Ondina.

* O reitor da Ufba, João Carlos Salles, dá coletiva hoje (10h30). Vai falar sobre a presença em Salvador de reitores federais que estão preparando o Fórum Social Mundial 2018, que acontecerá na capital baiana de 13 a 17 de março.

Compartilhe