O uso das usinas de oxigênio possui as seguintes regulamentações:

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.355, DE 14 DE AGOSTO DE 1992
Estabelece que a concentração mínima de oxigênio medicinal deve se igualar ou superar 92% para ser utilizado.

ABNT/ NBR Nº 13587:2017
Requisitos mínimos para a central de suprimentos com concentrador de oxigênio na área da saúde.

RESOLUÇÃO – RDC Nº 50, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2002
Regulamentação técnica para planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde.

RESOLUÇÃO – RDC Nº 307, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2002
Altera a Resolução – RDC nº 50 de 21 de fevereiro de 2002

Resolução RDC Nº 69, DE 1º DE OUTUBRO DE 2008
Diretrizes para a fabricação de Gases Medicinais.

RESOLUÇÃO CFF Nº 470, DE 28 DE MARÇO DE 2008
Trata da regulação das atividades do farmacêutico para uso terapêutico e fins de diagnóstico do oxigênio medicinal.

ABNT NBR 12188

Sistemas centralizados de oxigênio, ar, óxido nitroso e vácuo para uso medicinal em estabelecimentos assistenciais de saúde

Os geradores de oxigênio possuem diversos benefícios. Podemos destacar alguns:

Reduza os custos na compra do oxigênio;

Não necessita contratos de longo prazo;

Sem riscos de aumento de preço recorrente;

Sem aluguel e taxas de manutenção de periféricos;

Sem entrega e repasse de  taxas de combustível;

Não há as perdas por evaporação (Oxigênio Liquido);

Sem necessidade do tráfego de caminhões e empilhadeira em sua fábrica;

Elimine risco de falta de gás.

Maior eficiência na produção de oxigênio

Melhor eficiência energética do mercado

Menor custo com manutenção

Garantia de 10 anos

Maior pureza do oxigênio produzido

Menor espaço de instalação

Facilidade para utilizar o equipamento

Suporte de manutenção para o cliente

Centenas de clientes atendidos e satisfeitos

Regulamentado e certificado por órgãos nacionais e internacionais

Cumpre todas as exigências presentes na legislação

O equipamento possui sensores que detectam a qualidade do oxigênio que está sendo produzido, caso por algum motivo o sensor detecte que a qualidade está abaixo dos níveis de segurança a produção é interrompida e o sistema passa a operar com o oxigênio reserva. É emitido um sinal de aviso, que irá informar que os níveis de pureza do oxigênio não estão adequados. Dados do próprio equipamento serão utilizados para revelar o motivo da redução da qualidade do oxigênio.

Essa condição é muito rara de acontecer, mas casos ocorra o sistema possui níveis de segurança com padrão internacional que garantem a confiabilidade do oxigênio produzido.

Na ausência de energia elétrica é recomendado a utilização de geradores de energia. Como os modelos de geradores de oxigênio da PCI GASES DO BRASIL possuem alta eficiência energética, precisam de pouca energia para continuar operando.

Além disso, no sistema VSA, após o equipamento ser ligado leva apenas alguns minutos para o oxigênio ser produzido com a pureza superior a 92%, enquanto no tradicional sistema PSA, o equipamento leva no mínimo duas horas para alcançar este nível de pureza.

Nossos equipamentos atendem às normas reguladoras, atingindo um nível de pureza mínimo exigido.

A tecnologia VSA torna o equipamento mais compacto e elimina a utilização de compressores e secadores. Além disso, a manutenção do equipamento é mais barata comparado ao tradicional sistema PSA.

O consumo de energia é 50% menor que outros equipamentos disponíveis no mercado, justamente por sua tecnologia diferenciada e econômica.